A MÁQUINA DO TEMPO.

E se pudéssemos fazer com que os mesmos se repetissem várias vezes?

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO, AS VÁRIAS PERGUNTAS SEM RESPOSTA.

Destas duas vertentes, criacionismo e evolucionismo, traz consigo muito mais perguntas do que respostas propriamente dita.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

O ELOGIO EM DEMASIA É PREJUDICIAL?

Quão ingratos seriamos se disséssemos que não gostamos disso. Claro que gostamos!

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

NA BATALHA DA VIDA, DEPENDEMOS UNS DOS OUTROS.

Em meio a uma batalha aparentemente infindável, muitos tem agido com desleixo com relação a aquilo que lhe foi confiado.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

CLEPTOMANIA, O DESEJO IMPULSIVO EM ROUBAR.

CLEPTOMANIA-O-DESEJO-IMPULSIVO-EM-ROUBAR.
A Cleptomania é uma doença psiquiátrica crônica, caracterizada pelo desejo impulsivo em roubar objetos que são desnecessários para o uso pessoal ou sem valor monetário. Esses impulsos são mais fortes do que a capacidade de controle da pessoa, acompanhado do forte impulso e a realização do roubo, vem um enorme prazer em ter furtado o objeto cobiçado. Numa ação de roubo, o ladrão não experimenta nenhum prazer, mas tensão e posteriormente satisfação, não fazendo isso por mero prazer.

Contudo devemos nos atentar a ladrões querendo se passar por cleptomaníacos. Dinheiro, jóias e outros objetos de valor dificilmente são levados por cleptomaníacos, ainda menos se os impulsos são em sua maioria levados a objetos de valor. A necessidade surge como um impulso que não se consegue controlar e normalmente os objetos que despertam desejo são aqueles de baixo valor, sendo na maioria coisas inúteis, embora isso não seja uma regra. Mediante a isso, pode-se admitir o diagnóstico, caso contrário, não.

Diversas razões podem levar uma pessoa a roubar, em geral, associamos o roubo a pessoas com má-índole, ambição, revolta e extrema necessidade. Contudo, estamos falando aqui de outro tipo de roubo, cuja motivação é a compulsão: um desejo ou impulso quase incontrolável de fazer algo, que não gera prazer. As compulsões, geralmente, são sucedidas por sentimentos de culpa e arrependimento. Apesar disso, a pessoa repete o ato por inúmeras vezes, como se não tivesse controle dos próprios atos. Os indivíduos com Cleptomania evitam cometer os furtos quando presenciam qualquer tipo de repressão imediata após cometer o ato, como quando tem algum policial ou segurança olhando, quando estão sendo filmados etc. Mas isso não quer dizer que eles planejem furtar, ou ainda, que calculem as consequências com rigor, como a possibilidade de ser pego.

Não se sabe ainda a causa exata da doença, mas cogita-se ser fruto de características psicológicas, vulnerabilidade psíquica, ou ainda um problema com os neurotransmissores. O componente hereditário também é forte, pois em uma mesma família pode se encontrar mais de uma pessoa com cleptomania. Na psiquiatria, Cleptomania é classificada como um transtorno, uma falha em resistir ao impulso de furtar objetos que não são necessários, nem são cobiçados por seu valor monetário.

Como se tratar a cleptomania?

O tratamento é psicoterápico e, de preferência, psicanalítico, medicamentos que atuam no controle da ansiedade e da angústia também podem ser ministrados, porém eles não acabam com o distúrbio.

O tratamento é difícil, pois assim como um viciado em drogas, é comum negarem o problema. A principio, depende da boa vontade do paciente, que precisa se conscientizar do problema. A terapia, para que se faça uma análise contínua do distúrbio, é essencial. O objetivo é buscar o desenvolvimento do autocontrole. A família do paciente também deve receber orientação especializada.

Familiares e amigos próximos de cleptomaníacos têm papel fundamental no tratamento, ajudando-o a não sentir-se culpado por seus atos. As pessoas próximas ao cleptomaníaco devem incentivá-lo a continuar o tratamento, que é longo. Muitas vezes é preciso que se passem meses para que o indivíduo comece a notar melhoras.
>

0 comentários:

Postar um comentário

Receba nossas atualizações:


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Lady Gaga, Salman Khan